Valorização não é sinônimo de bolha imobiliária, diz estudo‏

A constante valorização dos imóveis no país não significa que o mercado imobiliário esteja formando uma bolha.

A afirmação é do economista José Roberto Mendonça de Barros, da MB Associados, em estudo encomendado pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Segundo o economista, o cenário brasileiro é muito diferente do apresentado na bolha hipotecária de 2008 nos Estados Unidos, em que o preço das casas crescia num ritmo muito mais rápido do que o da renda da população.

No Brasil, o crescimento médio anual da renda foi de cerca de 8% no período de 2002 a 2008, e a expectativa é de expansão.

Fonte : Jornal Extra

Comentários