Atacadista nacional na Artur Bernardes.

Uma área de 54.000 m2 quadrados, que vem sendo disputada por várias construtoras nacionais - a Gafisa chegou a anunciar o negócio em 2009 - teria sido finalmente vendida segundo nota do jornalista Mauro Bonna, no Diário do Pará.

A Marina Atacan, onde funcionou a Xiló do Brasil teria sido comprada por uma grande grupo atacadista nacional.

As grande corporações empresariais se movimentam para não ficarem fora do circuito em meio a briga das construtoras pelas áreas na metrópole.

Comentários

Anônimo disse…
Essa eu quero ver. O esgoto sanitário de mais de 400.000 habitantes (será), a drenagem de toda bacia do Una (é) lançado nesse área.

Caso não existam engenheiros sanitaristas no corpo técnico dessas construtoras, Elas poderão levar gato por lebre.