Amazonas precisa de (mais) mil corretores

O mercado imobiliário amazonense tem espaço para, pelo menos, mais mil corretores de imóveis desenvolverem suas atividades, estimam os empresários do setor.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Amazonas (Creci) possui 6 mil profissionais cadastrados, mas segundo o Sindicato dos Corretores de Imóveis (Sindimóveis), somente 1,5 mil corretores estão aptos a trabalhar no Estado.
Os profissionais que exercem a profissão na informalidade e que não estão regularizados no Creci têm seu campo de atuação limitado, afirma o proprietário da Nortimóveis, Ricardo Benzecry. “Quem firmar contrato com profissional que não está em dias com o conselho pode ser multado”, disse.

Leia
mais

Comentários