Livro resgata as razões da quebra da Encol

Era a maior empresa do Brasil na área da construção civil de apartamentos e salas comerciais. Só em Belém do Pará tinha 42 edifícios em construção.


De Goiânia para se tornar a 17a empresa brasileira em patrimônio líquido, até a primeira metade da década passada, a derrocada da Encol virou livro.

A autoria é do dono da empresa, que justifica ações de Funcionáruios do Banco do Brasil, como determinantes para o maior trauma da industria imobiliária do país, que deixou, do dia pra noite, 40 mil mutuários na rua da amargura.


Leia mais

Comentários