‘Puxadinho’ impulsiona venda de materiais de construção

O efeito “puxadinho” ou o “consumo formiga”, quando os consumidores compram materiais para construir um cômodo a mais no imóvel, erguer laje e até levantar a própria moradia, sem a intermediação de construtoras alavancaram o setor de construção.

Impulsionados pelo maior acesso ao crédito e redução de impostos, que vai até o fim do ano, as vendas do setor cresceram 22,5% nos últimos dois anos, segundo o “Estudo Setorial da Construção Civil”, do Dieese.

Um dos principais materiais de toda obra, as vendas do cimento cresceram 16,4% no início deste ano em relação à 2009. Foram vendidas 23 milhões de toneladas.

Atrelado a essa evolução, está a facilidade em obter crédito para a construção. Os bancos oferecem boas condições para quem deseja construir, mas não tem dinheiro para bancar o custo total dos produtos.

Leia
mais

Comentários