Belém na respescagem da Copa 2014

A notícia saiu na coluna de Ancelmo Góis. E vem sendo repercutida na imprensa local. Por causa da visita dos inspetores da Fifa e da falta de cumprimento dos cronogramas, duas subsedes estariam ameaçadas de ficar de fora do mundial de 2014.

Volta o sonho de uma das vagas voltar a Belém, que perdeu para Manaus a disputa.

Como o blog do imóvel antecipou
aqui em outubro do ano passado, os indicativos são que essa esperança nunca foi completamente descartada. O elevado da Júlio Cesar saiu em tempo récorde; Independência e Artur Bernardes devem seguir o mesmo rítimo e os hotéis seguem em construção.

Não é segredo que sae a maré reverter e Belém for anunciada em junho, na África do Sul, o mercado imobiliário deve seguir uma nova onda de boom, como acontece no Rio em função das Olimpíadas. Olho vivo...


Comentários