Carrefour e Wal Mart em Belém.


Como já levantado aqui no Blog do Imóvel, são claras e defintivas as intenções do Carrefour na capital paraense.

Pelo que parece, a região já estaria decidida para essa primeira invetida.

Entre o Entroncamento e Viaduto do Coqueiro. Além da área em frente ao Castanheira Shopping, a nova aposta é para a proximidade do Viaduto do Coqueiro, sempre no sentido Belém/Ananindeua.

Tem gente apostando que o negócio já estaria fechado, faltando apenas o anuncio oficial.
Outro que deve estar chegando é o gigante americano Wall Mart.

Os americanos já estão por todo o nordeste onde compraram a Rede Bompreço, e segundo os especialistas devem aportar por aqui até 2012.

Essa corrida tem uma explicação. O faturamento em Belém de lojas, chega a ser 300% a mais por metro quadrado que a média nacional.

Ou seja, por mais que a operação de entrada no mercado seja mais cara, pela negativa das investidas na compra de redes locais, e pela inexistência de grandes terrenos, em função das limitações geográficas e falta de planejamento urbano, o investimento no negócio retorna três vezes mais rápido que em outros cantos.

6 comentários:

Marcio disse...

Já estão vindo tarde demais, estamos anciosos para isso acontecer o mais rápido possível.
Márcio.

10:01 AM
David Vieira Martins disse...

Prezados,

Eu sou Consultor de Qualidade e Treinamento para Funcionários de Supermercados e verdadeiramente concordo com o Marcio, em uma cidade em que as funcionárias da maior rede só sabem perguntar a forma de pagamento é claro que se precisa de grandes redes com poutras filosofias de atendimento.
Hoje moro no Espírito Santo e fico ansioso pela concretização do projeto, seria um excelente motivo para voltar para minha querida Belém.

David Vieira
davidvieiramartins@live.com

6:40 AM
Anônimo disse...

Poxa ja estava na hora mesmo... Carrefour e walmart em belem a taxa de desemprego da cidade vai baixar bastante se m falar da alegria que nos consumidores iremos ficar.

6:11 PM
Anônimo disse...

Só acredito vendo. Há anos se fala nisso e nada até agora e os que se dizem "regionais" continuam a encher o bolso de dinheiro e cada vez mais arrogantes, oferecendo um serviço de péssima qualidade.

9:08 AM
Luiz Roberto disse...

Se for verdade, enfim ficaremos mais livres desses supermercados com preços iguais, que não têm diferença nem nos centavos, que impedem-nos de comprar eletrodomésticos e móveis de madrugada, que operadores de caixa insistem em fazer pergunta imbecil (a forma de pagamento), onde gatos, e até ratos, circulam sob e entre gôndolas, assustando os clientes e contaminando o ambiente, que não oferecem certos produtos, por mais que os clientes façam sugestões de comercialização, que não fazem manutenção em centrais de ar condicionado e escadas rolantes, e que nos condenam a ficar na fila das balanças internas, como se já não bastassem as filas dos poucos caixas em operação. Que venham as grandes redes, que a concorrência se instale, e que varram para o lixo da falência os que não se aguentarem.

1:51 AM
Anônimo disse...

Parabéns ao carrefour tomara eles acabem com hegemonia do japoneses...que vendem muito caro...
Parabéns Walmart...tomara que cheguem logo....

9:28 PM