Ano eleitoral faz de SP 3º no ranking de invasões

O Movimento dos Sem-Terra (MST) usou o "abril vermelho" do ano eleitoral para engrossar o número de famílias dispostas a lutar por terra no interior paulista. Com 11 propriedades rurais invadidas, o Estado subiu para o terceiro lugar no ranking de invasões no País, atrás de Pernambuco e Bahia. No "abril vermelho" de 2009, o Estado era apenas o sexto.

O movimento contabiliza a formação de oito novos acampamentos em regiões estratégicas para futuras ações. O número de famílias acampadas sob a bandeira do MST havia despencado nos últimos anos, fenômeno que o coordenador nacional Gilmar Mauro atribui à paralisação do processo de arrecadação de terras para assentar as famílias.

Neste mês, o MST reforçou a presença de acampados na região de Iaras, onde as lideranças acreditam existir pelo menos 40 mil hectares de terras da União ocupadas por empresas de reflorestamento, usinas de açúcar e produção de laranja.

Leia
mais


Comentários