Cidade Limpa quer limitar iluminação da fachada

A fim de melhorar o aspecto noturno da capital paulista, a prefeitura paulistana prepara um projeto de lei que padroniza a iluminação usada nas fachadas de prédios particulares.

A meta é valorizar as características arquitetônicas e históricas dos edifícios, muitos dos quais, após a aprovação da Lei Cidade Limpa, têm exagerado na disposição das lâmpadas instaladas na fachada, principalmente para atrair a atenção para o interior do negócio ou para as vitrines.

Leia mais

Comentários