Urbanidades. Crise faz americano mudar para "micro-casa"

Foi-se o tempo em que a casa era do tamanho do sonho americano. Atolados em dívidas, e buscando evitar a falência que ocorre com um cidadão, os americanos estão migrando para uma casa de ate 12m2. 
Quem caminha pela rua Hamlin, no nordeste de Washington, pode confundir a construção de madeira nos fundos de uma espaçosa residência com uma casa de bonecas. Mas há poucos meses o caixote se tornou o lar da geógrafa Lee Pera, de 37 anos.
Pera levou três anos para construir a casa, erguida sobre rodas e que soma 13 metros quadrados, área equivalente à de uma caminhonete de cabine dupla.
Ela diz que, em vez de aprisioná-la, morar naquele espaço lhe proporcionou mais tempo livre e uma vida social mais intensa. Antes, Pera morava num apartamento e não tinha acesso a áreas externas.

Comentários