MERCADOS. Crise chinesa pode indicar um cenário de piora nos mercados no Brasil

O preço médio de imóveis novos em 70 cidades da China teve queda a um ritmo mais lento em dezembro, na comparação mensal, tendo em vista o recuo nos cortes dos preços por parte dos construtores, depois de uma inesperada redução nas taxas de juros promovida pelo governo em novembro. No entanto, na relação anual, a queda no preço dos imóveis teve aceleração no mês passado.
Os preços em dezembro recuaram 0,4%, ante uma queda de 0,6% em novembro, de acordo com cálculos do The Wall Street Journal. Este foi o quarto mês consecutivo em que os preços médios caíram menos bruscamente.
Já em uma base de comparação anual, o preço médio de novas moradias recuou 4,3% em dezembro, contra um declínio de 3,6% em novembro e de 2,5% em outubro.
Leia aqui

Comentários