Dos livros aos imóveis: FNAC vai vender casa de porta em porta

Em vez do tradicional espaço físico da agência imobiliária, a Optihome (marca do grupo francês PPR, dono da Fnac) vai começar a vender casas porta-a-porta em Portugal.

O Objetivo com a nova investida é crescer 400% ao ano. Na França, onde funciona a matriz da empresa, a estratégia funcionou, mas a crise lá, era menor que a de Portugal

A
Optihome não tem dúvidas: apesar da crise agravada e da quebra significativa do setor em Portugal, este é mesmo o melhor momento para avançar com o negócio.
 

Comentários