Tendências : Com preço alto, apartamentos devem seguir encolhendo.

A matemática é simples. Com preços tão altos e os terrenos cada vez mais raros nos grandes centros, o caminho encontrado para seguir atendendo a demanda é encolher, ainda mais os imóveis. Ou seja, você vai precisar se acostuar com a idéia de que é possível vivem em menos, muito menos.

Belém já tem apartamento de dois quartos com cerca de 40 metros quadrados e de um quarto com pouco mais de 25. É a saída para seguir realizando o sonho, mesmo diante das distorções dos preços.

O espaço reduzido deixa de ser sinônimo de problema e ganha ares de versatilidade. Temos muita procura do público jovem, que ainda não acumulou tantas coisas ao longo da vida", afirma uma diretora de incorporação de uma grande empresa do setor.

O professor Sérgiopraticou o desapego livrando-se de mais de 200 livros ao se mudar de Araraquara para São Paulo. No interior, morava em um apartamento de 90 m². Na capital, passou para uma quitinete de 18 m².

Hoje divide um apartamento de 32 m² com a mulher e os dois gatos. "É complicado achar um apartamento maior com um preço justo e que seja perto do metrô e de lugares mais bem servidos de ônibus."

Leia mais

Comentários