Mercado: Preço dos apartamentos de um quarto é o que mais sobe.

A pesquisa do FipeZap - índice que mede a inflação no mercado imobiliário de seis capitais - aponta que, no Rio, nos últimos 12 meses, os imóveis de um quarto foram os que mais subiram _ taxa de 37,7% _ seguidos pelas unidades de quatro quartos (36,1%), dois (30,6%) e três (29,3%). Em quatro anos (desde o início da série), a variação do quarto e sala chega a 181,7%, também acima dos apartamentos de dois quartos (153,2%), três (146,7%) e quatro (137,9,8%).
Os preços que mais subiram foram os dos apartamentos menores. E, apesar de em ritmo menor, a tendência é de eles continuarem em alta. Há custos que são fixos, como os de marketing, no caso de lançamentos, que puxam o preço do metro quadrado em imóvel menor - diz o economista e pesquisador Eduardo Zylberstajn, coordenador do FipeZap.
Para o vice-presidente do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio), Leonardo Schneider, o quarto e sala está desaparecendo do mercado apesar da demanda cada vez maior por imóveis com esta tipologia:

Leia mais

Comentários