Tendências: Vem ai a garagem vendida, separada do apartamento.


Não estamos falando de vagas extras, ou de uma segunda vaga em que está em jogo é a primeira vaga, que hoje vem como parte inseparável do apartamento. Essa vaga começa a ser questionada pelo setor da construção que alega "custos altos" para ocupar com garagens.

O que hoje é uma obrigação legal, mesmo porque o número de carros faz parte do impacto urbano dos grandes centros, pode acabar gerando mais aumento no valor dos imóveis. Sim porque a garagem hoje incorporada, vai custar por fora.

Ou seja, para justificar m ais aumento, vão dar um jeito de separar um direito conquistado. Ou a sociedade de consumo se mobiliza ou pode acabar pagando mais essa conta.

Leia sobre o assunto aqui

Comentários