Mercado: Preços altos de lançamentos estimulam venda de "seminovos"

O valor do imóvel seminovo realmente é um atrativo e tanto. A corretora Mirian Dayrell diz que um apartamento novo de 100 metros quadrados e dois quartos em Belo Horizonte chega a valer hoje R$ 600 mil. Pelo mesmo preço, é possível adquirir um seminovo maior e com pelo menos três quartos. “Mostro para o cliente que ele tem a opção de comprar um imóvel de dois, três anos que já foi influenciado pelo preço do lote, do metro quadrado e já passou pela deflação”, destaca a dona da Mirian Dayrell Imóveis.

O presidente da Câmara do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG), Ariano Cavalcanti de Paula, diz que a diferença de preço pode chegar a 25%. “Isso desperta um grande interesse dos consumidores, então fica mais difícil encontrar um seminovo, principalmente os de média para baixa renda. No alto luxo a oferta é maior”, afirma. Cavalcanti deixa claro que todas as classes sociais investem nesse mercado.

leia
mais

Comentários