Venda de imóveis novos em São Paulo acumula queda de 28% no ano

As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo caíram 14,3% em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta segunda-feira o sindicato que representa o setor imobiliário na capital paulista, Secovi-SP. Já em relação a junho, as vendas ficaram praticamente estáveis, com leve alta de 0,2%. Nos sete primeiros meses do ano, as vendas acumulam queda de 28,6% ante o mesmo intervalo em 2010, totalizando 14.402 unidades.
A velocidade de vendas, medida pela relação de venda sobre oferta (VSO) ficou em 16,9% em julho, abaixo da média apurada em todo o ano passado, de 23,2%, quando "havia grande demanda reprimida, o que puxou o índice para patamares recordes", assinala o Secovi em nota. "O resultado não surpreende, já que, em 2010, o País atravessava uma situação de recuperação econômica, com índices de crescimento acima da média", afirma o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

Leia mais

Comentários