Falta de oferta, ou receio de vendas fracas transfere Salão Imobiliário em SP

A escassez de oferta de imóveis para atender à demanda de consumidores levou a organização do Salão Imobiliário de São Paulo a transferir para 2012 o evento que costumava ser realizado anualmente e deveria acontecer neste mês.
"Não há oferta suficiente para atender à demanda. As empresas estão vendendo muito e, pela dinâmica do setor, estão privilegiando as ações de marketing em estandes de vendas", disse um diretor da área

O volume de vendas resultante da edição do Salão Imobiliário no ano passado ficou abaixo do previsto pelos organizadores. Em 2010, a Reed Exhibitions Alcântara Machado, que promove o evento, estimava cerca de R$ 1 bilhão movimentados nos quatro dias do salão. O evento, entretanto, resultou em R$ 650 milhões em vendas na ocasião.

Falta imóvel ou o medo dos resultados diante da redução drástica nas vendas recomenda prudência, até segunda ordem?

Fonte: FSP

Comentários