Europa: Mega-hipoteca Imobiliária pode salvar economias do Euro

A Proposta surge em meio à crescente oposição dos governos da região e do FMI em relação ao acordo com a Finlândia, em que gregos oferecem garantias em troca de empréstimo.
Os membros da zona do euro estão discutindo um plano para incluir ativos que não sejam dinheiro entre os colaterais da nova rodada de empréstimos à Grécia, segundo representantes do bloco monetário. Entre as opções disponíveis, estariam imóveis do país.
Anteriormente, as discussões sobre garantias para os empréstimos à Grécia giravam em torno do uso de ativos líquidos, como dinheiro e ouro. Agora, os governos estudam incluir ativos de menor liquidez. O uso de imóveis como colateral, no entanto, seria controverso entre os gregos, visto que o governo do país foi contrário a vender terrenos para financiar a dívida.  

Fonte: Dow Jones/Estadão.


Comentários