Mosqueiro 116 anos : Violência estimula condomínio de casas no Distrito

Imagine aquela casa que custava R$ 200 mil ser vendida por R$ 40 mil, R$ 30 mil em alguns casos. A violência tranformou o  bucólico distrito de Belém, que tem as mais belas praias de água doce da região, em mico imobiliário. 

Todo mundo ama Mosqueiro, mas quer distância da ameaça da violência urbana e do crescimento desordenado. Há 40 minutos de carro da capital, uma região preciosa está se perdendo..
Foi isso que tem percebido o mercado que começa a apostar forte em pequenos condomínios. Os grandes lotes que abrigavam uma só casa, estão virando 20, 30 unidades com portaria e área de lazer coletiva. Ou seja, no mesmo lugar que renderia R$ 50 mil, é possível conseguir mais de R$ 1 milhão, com casas avarandadas e que sirvam como fresidência de fim de semana e férias, sem a ameaça dos ladrões.

O mercado se reinventa para o bem da imperdível Ilha de Mosqueiro. Ainda bem.

Comentários