Jornal DCI : Sinal amarelo envolve setor imobiliário no País

Depois de crescer de maneira vertiginosa nos últimos anos, o setor imobiliário brasileiro começa a dar sinais de desaquecimento, sobretudo nas regiões metropolitanas. O motivo, de acordo com analistas e construtoras, são os preços elevados de terrenos, mão de obra e material de construção, além da desaceleração do ritmo de lançamentos.

O resultado da desaceleração, que só em São Paulo fez recuar 44% das vendas no primeiro quadrimestre, ante 2010, de acordo com Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi), os números revelam, no entanto, que ante o mês anterior (abril) São Paulo registrou um aumento de vendas de 48,3%. Esse fôlego, no entanto, não tranquiliza possíveis investidores, que já começaram a rever os aportes para o setor no Brasil.

"A desaceleração do setor imobiliário faz parte de um processo natural dentro da evolução econômica do País emergente, e já notamos isto em vários outros lugares. O que é importante ressaltar, apenas, é que há muitos mitos repercutindo mundo afora sobre uma possível bolha imobiliária brasileira, que é completamente sem sentido para a situação do País, mas afugenta o investidor", afirmou Jim Fetgatter, CEO da Association of Foreign Investors in Real Estate (Afire).

Comentários