Boom imobiliário atrapalha os pequenos negócios

Ao tentar abrir uma empresa ou expandir um negócio nos centros comerciais e financeiros das principais cidades brasileiras, os empreendedores enfrentam hoje uma grande dificuldade: há clientes dispostos a consumir e recursos para novos investimentos, mas faltam espaços para abrigar mais lojas e escritórios que atendam a essa demanda.

Nunca houve tão poucos imóveis vagos. E os pontos comerciais ainda disponíveis têm preços proibitivos.
"Hoje é quase impossível encontrar um bom ponto comercial vago", afirma um consultor da área, responsável pela venda de franquias de 70 marcas. Há um ano, a consultoria levava cerca de 30 dias para encontrar um imóvel nas grandes capitais que se enquadrasse no plano de expansão de uma rede franqueadora.

Hoje, a demora vai de 90 a 120 dias. Antes, o problema era achar um investidor com capital suficiente para se tornar um franqueado, hoje, mesmo quando já seleciona alguém com recursos para abrir uma franquia, muitas vezes o negócio não se concretiza por falta do ponto comercial." 

Leia mais

Comentários