Justiça suspende obras Premium e Mirage Bay, na orla de Belém.

O juiz Hugo Sinvaldo Silva da Gama Filho, da 9ª Vara da Justiça Federal em Belém, ordenou a suspensão das obras dos edifícios Premium e Mirage Bay, das construtoras Premium e Cyrella,  projetados para a orla da Baía de Guajará, na capital paraense.

A ordem atende a pedido do Ministério Público Federal, da Advocacia Geral da União e do Ministério Público Estadual, que apontaram falta de estudos de impacto e irregularidades na autorização das obras. 

Leia mais aqui

Comentários

Anônimo disse…
Parabéns ao magistrado. Pena que a decisão será derrubada pelo TRF1. Anotem.
Anônimo disse…
E Caro Salomão, a " imprensa " tanto fez para barrar a construção do Premium, pois o mesmo fica entre a Baia e o terreno da Pedro Alvares Cabral, que acabou o tiro saindo pela culatra, ja que agora com o Embargo do Mirage Bay, não vai ser muito facil para a " imprensa " tirar licença para um empreendimento em seu terreno na Pedro Alvares Cabral !!!! E ai ??!!! Viu no que da querer fazer " campanhas " com interesse privado!!!!
A. Barbalho disse…
^^ Traduzindo, A ORM se Fud&u, por que está querendo construir uma arranha-céu de 140 metros na pedro alvares cabral, mas agora a obra será impedida de ser construida.
vamos lá "imprensa"! incentive ($$$) os prédios altos em belém novamente! faça campanha e tudo mais para a verticalização da cidade! por que se o miragem bay for realmente impedido de ser construído, o Maiorana business center tbm será!!