Invasão: Os chineses vem ai

Os ricos e a classe média da China estão descobrindo os investimentos imobiliários e comprando segundas casas em todas as partes do mundo.

Com isso, exportam um boom imobiliário que elevou os preços em 26% em Xangai e 28% em Pequim no ano passado. E estimulam os mercados em cidades com população chinesa estabelecida, como Sydney, Cingapura e San Francisco.
Os investidores estão comprando de tudo, de apartamentos de US$ 68 mil que foram retomados judicialmente na Flórida a mansões de US$ 2 milhões de frente para a praia no Vietnã, numa onda de compras alimentada pelo aumento da riqueza na China.

A procura por imóveis no mercado internacional acelerou nos últimos sete meses, depois que Hong Kong e Pequim impuseram limites às compras e aos financiamentos, medidas que começam a esfriar os mercados domésticos. 

Para evitar calote e risco de bolha, A China quer um sinal muito maior para os imóveis. Em alguns casos, de até 50%.A opção então está sendo a aposta em paises com forte interesse de chineses. Tem gente apostando que logo logo eles chegam por aqui.

Fonte: Valor Econômico

Comentários