MRV tem queda forte depois dos fracos resultados

As ações da MRV, construtora mineira que atua na baixa renda, fecharam ontem com queda de 6,17%, a maior do Ibovespa – que recuou 0,39%. O movimento reflete a reação dos investidores em relação à expressiva queda dos números do quarto trimestre.



Relatórios do Morgan Stanley, Safra, Barclays e Ativa Corretora apontaram a decepção com os resultados apresentados – as margens vieram muito abaixo das projeções. Nem o desempenho positivo da companhia no ano animou o mercado. O lucro líquido da MRV de outubro a novembro foi de R$ 152 milhões, uma queda de 29,6% em relação ao terceiro trimestre. Na comparação com o mesmo período de 2009, houve alta de 24,9%.

O diretor de relações com investidores da MRV, Leonardo Correa, aponta três razões para a queda. A primeira delas é que a correção da receita pelo INCC, já que o índice subiu 0,55% no quarto trimestre e havia avançado 3,31% no terceiro. Segundo o balanço, o “resultado financeiro alocado à receita líquida” – reflexo direto dessa correção – foi de R$ 77,6 milhões no terceiro trimestre e de R$ 8,8 milhões no quarto.

Fonte: Valor

Comentários