Imóveis: A hora da pechincha

Alguns analistas apontam para queda dos preços só daqui a dois anos, mas basta olhar com mais atenção o mercado para perceber que preços menores estão na ordem do dia seja nos imóveis usados, seja nos lançamentos. 

Nos lançamentos, isso vem em forma de premiação, feirões, estimulos extras aos compradores. Nos avulsos, isso é pechincha mesmo. Cede quem estiver mais frágil. É o comprador apaixonado que não quer perder oportunidade, é vendedor apertado, precisando muito do dinheiro.

Na verdade, a " pechincha" ainda é um ajuste em cima de dos valores alcançados nos últimos anos. São os preços voltando a patamares mais realistas. Esse deve ser o primeiro passo. Se a oferta for muito superior a demanda, ou se os compradores atingirem um nível de endividamento que comprometam os financiamentos, a pechincha pode ir além.. muito além.

Leia mais aqui  

Comentários