Curitiba: Depois do ficha limpa do síndico, a lei da conversa no corredor

Depois de criar a lei da ficha limpa para eleição do síndico, o Edifício Presidente, no Paraná, lança o dispositivo "antichacrinha".

O objetivo é acabar com o excesso de barulhos nos corredores. De acordo com a nova regra, os moradores ficam proibidos de, ao sair do elevador, permanecerem nos corredores, de prosa com os vizinhos: a multa pode ir de R$ 109 a cinco vezes o valor do condomínio.

A permanência dos condôminos nos halls de entrada estava atrapalhando a qualidade de trabalho de funcionários. Além disso, permitia que alguns vizinhos observassem o entra e sai de moradores e, a partir daí, criassem fofocas, conversas descabidas. Isso estava fazendo com que inquilinos evitassem se relacionar com outros no prédio - explica o síndico.

Tá ficando sério a coisa por lá. Mais

Comentários