Prédios históricos de Belém podem desabar, diz Iphan

Dona de um dos maiores tesouros da arquitetetura colonial portuguesa, o conjunto da Cidade Velha em Belém do Pará, pode não resistir mais por muitos anos. Robustos e com paredes de 30 centímetros, foram feitos de alvenaria entrelaçada e cimento de argila, tem grande estabilidade.

Um padrão que permitiu que atravessassem séculos de pé. Mas o tempo e as chuvas são implacáveis e os cerca de 190 imóveis que ainda interessam à preservação na Cidade Velha, correm o risco de cair, segundo o Iphan.

Dados da Secretaria de Meio Ambiente, identificaram 259 imóveis fechados no centro histórico de Belém, sendo que 98 são terrenos baldios e edificações em estado de abandono.
Leia mais

Comentários