Brasileiro compra prédio de m2 mais caro de Nova York

                  
O banqueiro brasileiro Joseph Safra foi responsável por um dos maiores negócios do mercado imobiliário americano em 2010.

Em dezembro, o bilionário pagou US$ 285 milhões por um edifício comercial numa das ruas mais chiques de Nova York, a Madison Ave. Com 23 andares e 23,7 mil metros quadrados de área útil, o prédio fechou o ano passado como o metro quadrado mais caro do País: US$ 12 mil.

O prédio é um dos mais badalados de Nova York. No térreo, abriga a Barneys New York, rede de lojas de departamento de luxo, que não entrou no negócio. Os andares são ocupados por empresas de private equity. Segundo consultores, o edifício tem taxa de ocupação de 86% e, depois do negócio, a expectativa é de que o metro quadrado do aluguel passe dos US$ 1 mil.

E o mercado é categórico. Apesar das cifras altas, Safra pagou um bom preço pelo imóvel. Em 2007, quando o mercado de imóveis atingiu seu ponto mais alto, a imobiliária italiana Risanamento pagou US$ 375 milhões pelo edifício – ou US$ 15,8 mil o metro quadrado. Mais uma prova de que caro é apenas uma referência.

Comentários