Cresce movimento de compra de fração de imóvel de luxo

Acostumado a lidar com imóveis, o engenheiro agrônomo Paulo Bertucci, 50, resolveu há pouco mais de um ano “diversificar” seus investimentos, sem sair do mercado imobiliário que já entendia. Ele comprou por R$ 95 mil uma parte de um imóvel de luxo no Paraná. O que para muitos parece ser "mais do mesmo", para Bertucci esse tipo de investimento era um passo para aumentar seu “leque de negócios”.

Isso porque o engenheiro não comprou um imóvel convencional. Ele comprou um décimo de um imóvel que faz parte de um modelo que, no Brasil, tem pouco mais de cinco anos. Trata-se de uma comercialização compartilhada para intercâmbio de férias de luxo.

Fonte: InfoMoney

Comentários