Vendas em baixa. Fim da imobiliária exclusiva

As metas das grandes construtoras nacionais presentes em Belém sofreram com uma parada preocupante e perigosa nos últimos meses.

Mesmo produtos de ponta que estavam tendo grande aceitação, simplesmente ameaçaram encalhar. Sem venda não tem boa notícia para os acionistas e a bolsa é muito nervosa a esse tipo de percepção.

Por isso o mercado aposta que a imobiliária exclusiva vendendo um produto está no fim. A exemplo do que já acontece há alguns anos no nordeste e mais recentemente no modelo adotado pelo Alphaville que reuniu 15 imobiliárias em torno do empreendimento em Belém, algumas empresas já estariam sendo sondadas.

As metas precisam ser batidas a qualquer preço. O problema é identificar se, parou porque o modelo único de venda se esgotou ou se o mercado tem também seu termômetro.

A resposta .. nos próximos meses.

Comentários

Elcio disse…
Matéria muito interessante. Acredito que o que acontece em Belém acontece no Brasil todo, e a tendência é que o mercado se torne mesmo mais concorrido, mais diversificado, ou mais democrático.