O IPTU pegando carona na especulação

O imposto predial e territorial urbano é a principal arrecadação direta dos municípios e nessa época de final de ano, as prefeituras começam a calcular a valorização dos imóveis no doze meses anteriores. É a base para a cobrança do imposto em 2011.

Historicamente, esse número, essa valorização vem ficando entre a inflação oficial e a variação do INCC. Isso pelo menos até agora, porque uma notícia que chega de Cuiabá, no Mato Grosso promete deixar os contribuintes de Cabelo em pé e por que não de bolsos vazios. A atualização da planta de valores genéricos da capital do Mato Grosso provocou alterações de até, acreditem 1500% nos valores.

Deve ter muita gente pensando assim. Se Mato Grosso está corrigindo IPTU baseado na especulação imobiliária, porque o resto do país não pode seguir o mesmo caminho. Fique alerta.

Saiba mais e mais

Comentários