Construtoras investem em projetos para públicos específicos

Públicos diferentes necessitam de alternativas diferenciadas. Mas em se tratando de imóveis esqueça o velho “dois quartos feito para jovens casais”, ou “quarto e sala perfeito para solteiros”.
A segmentação imobiliária evoluiu e avança a passos tão largos que já contempla necessidades que vão muito além do estado civil do comprador. Já existem no mercado edifícios feitos sob medida para homossexuais, evangélicos, idosos e judeus.

Os mais novos atendidos pelo mercado imobiliário é a turma da terceira idade, que ganhou em agosto um projeto imobiliário em Santos, litoral Sul de São Paulo, que busca atender melhor suas necessidades.

Entre os itens que distinguem o edifício Bossa Nova de outros prédios estão sinalização nos vidros, pisos opacos no lugar de reflexivos, iluminação especial, piscinas com escadas e corrimãos submersos, interruptores grandes e um centro de convivência que tem até um xadrez gigante, além de portas maiores e rampas antiderrapantes ao invés de degraus

Leia mais

Comentários