Baenão vendido, Arena do Leão será menor que a prometida

Os 27.000m2 do Baenão entram para o mercado imobiliário

Area do Leão com 15 mil lugares. Antes eram 22 mil.
Diferente da proposta original, a demolição da área, só sera autorizada depois da conclusão da Arena do Leão.

O contrato só será efeitivado depois das compradores apresentarem o projeto do que vão construir. O prazo é 21 de setembro


Quem vai construir só pode apresentar um projeto depois de encontrar um terreno do tamanho necessário (60.000m2) e no preço disponível (R$ 4 milhões). O terreno em Marituba, próximo ao Cemitério Max Domini aumentou de preço.

Depois de achar o terreno, antes de fazer o projeto, é preciso decidir o que fazer. Já se chegou a conclusão que o dinheiro só vai dar pra fazer um estádio para 15 mil pessoas (exigência mínima da CPF para jogos oficias em 2011). Isso vai gerar protestos, porque o projeto inicial era de 22 mil lugares.

Além disso, tem gente no Clube achando que a Arena nem precisava ser construida. Bastava o centro de treinamento. Muitas questões para serem resolvidas em menos de um mês. A novela parece ainda não ter acabado. 

Para o mercado, o negócio permitiria um exemplo a ser seguido por Paysandu, Tuna e áreas militares. Mas o desgaste das pendências inibem outras iniciativas.
Leia mais sobre a negociação na Justiça do Trabalho

Comentários

Murilo Nobrega disse…
presidente sem vergonha