Governo proibe construtoras de usar "Minha Casa, Minha Vida"

O programa Minha Casa, Minha Vida é, desde o seu lançamento, sinônimo de financiamento barato e de imóveis subsidiados. Por causa dele, milhares de brasileiros estão saindo do aluguel e trocando moradias insalures por residências estruturadas.

Mas, devido ao início do período eleitoral, as construtoras que atuam no segmento econômico perderam uma de suas principais ferramentas de marketing: a marca do programa.

Desde o dia 1o deste mês, as empresas não podem associar os seus empreendimentos à marca criada pelo governo petista. A proibição se estende até o fim das eleições.

Saiba
mais

Comentários