Vendas de novos caem 32,7%. EUA temem nova crise

As vendas de imóveis novos nos EUA despencaram 32,7% em maio, para o nível anual ajustado sazonalmente de 300 mil, o menor desde que o governo começou a acompanhar esse dado, em 1963, segundo o Departamento do Comércio do país. O declínio foi maior do que o esperado pelos economistas ouvidos pela Dow Jones, que estimavam queda de 20,6%, para 400 mil.

A queda de 32,7% também foi recorde. Os compradores de imóveis norte-americanos enfrentaram em maio um mercado de trabalho ainda enfraquecido e já sem os incentivos do governo para compra de primeira residência. O crédito fiscal para esses consumidores expirou em 30 de abril.

Na comparação com maio do ano passado, o declínio nas vendas de imóveis novos foi de 18,3%. O preço mediano de uma casa nova diminuiu 9,6% entre maio de 2009 e maio deste ano, para US$ 200.900, de US$ 222.300.

Fonte: Estadão


Comentários