Brasil exporta Minha Casa, Minha Vida

Com uma comunidade de 40 mil pessoas, a favela San Agustín, no centro de Caracas, terá a primeira versão internacional do programa Minha Casa, Minha Vida nos próximos meses.

Como parte de um acordo de cooperação técnica entre os governos brasileiro e venezuelano, a Caixa Econômica Federal está ajudando o Ministério de Obras Públicas e Habitação da Venezuela a realizar projeto habitacional e urbanístico na comunidade e trabalhando em parceria com o Banco da Venezuela para dinamizar os financiamentos imobiliários e outros serviços bancários para a população de baixa renda.

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Nuno Sobral disse…
o Minha Casa Minha Vida é um programa fantástico, tenho diversos clientes que nunca tinham pensado em comprar casa e que agora têm condições..